/ INTERVIEWS | Back to School With Amante Japonesa | WELCOME TO PARADISE

7 de setembro de 2013

INTERVIEWS | Back to School With Amante Japonesa

Tinha-vos prometido que as Interviews iriam voltar e voltaram mesmo! Como sabem está a decorrer actualmente uma rubrica temporária - "Back to School" - e, nada melhor do que juntar estas duas rubricas. 

E como? - perguntam vocês. Conhecem o blog da Amante Japonesa? Ela, de uma maneira muito anónima, dá-nos a conhecer muitos aspectos da sua vida e, principalmente da sua vida como estudante. Uma menina que adquiriu um gosto enorme pelos estudos e que se interessa por saber sempre mais. Curiosas? Fiquem para ler!

    Já vi no teu blog, uma publicação onde dizias “adoro estudar”. Como ganhaste esse gosto? 
   Como sou uma pessoa que teve sempre uma personalidade de ser uma “menina certinha” e muito responsável acho que esse gosto por estudar foi evidenciando-se cada vez mais ao longo dos anos. Sempre fui aquela menina muito organizada com os cadernos e tinha sempre milhares de apontamentos nos livros. Sempre gostei de ir à escola e estar nas aulas, sempre fiz os trabalhos de casa sem ter que os meus pais me dizerem “AJ vai fazer os trabalhos de casa”. Acho que é um bocado por causa da minha personalidade que fui aprendendo a gostar de estudar. E depois é o “querer saber sempre mais”. Por exemplo, quando alguém me diz alguma coisa que eu não estou por dentro do assunto eu chego a casa e vou logo procurar na internet. E depois desse assunto, vem mais o outro e depois o outro… e é isso que eu gosto. De estar sempre a querer saber o que vem a seguir. Por isso é que gosto de estudar.

1.       Normalmente, como costumas estudar? Quais são os teus métodos?
Quando eu andava no secundário eu tinha sempre uma agenda onde apontava os trabalhos de casa, fazia sempre daqueles horários com o que tinha que estudar em cada hora do dia. Mas muitas das vezes não conseguia seguir esse horário. Lembro-me que 3 dias antes dos testes eu estudava imenso aquela matéria. Mas com os anos e agora que estou na universidade não fiz mais horários. Normalmente chego a casa pego nas milhares de folhas que tenho para decorar e estudo. Nunca me deito antes da 1 da manhã e uns dias antes das frequências (testes na universidade) fico sempre até as 2 ou 3 da manhã a estudar

     Na tua opinião, achas melhor estudar acompanhada por um grupo de amigos para que possam tirar as dúvidas uns aos outros, ou preferes estudar sozinha?
Quando eu estou a estudar eu não posso ouvir barulho nem que seja uma porta a bater. Distraio-me logo. Preciso de silêncio e ler as coisas com calma e entender tudo. Só depois de entender é que começo a decorar. Por isso, normalmente estudo sozinha. Mas claro que quando tenho dúvidas marco uma hora com um amigo e ele explica-me tudo. Se ele não me explicar mando um mail ao professor a pedir ajuda e ele marca uma hora comigo para explicar. Também sou daquelas pessoas que se vira para o namorado e diz “Podes ver se sei tudo?” e estou ali a tarde toda a dizer a materia e ele fica ali a ouvir-me. Só assim é que sei se estou bem preparada  ou não. 
  
 Pelo que já tive oportunidade de ler no teu blog, sei que estudas imenso, quanto tempo dedicas aos estudos por dia?
(Antes de responder a esta pergunta eu quero dizer que não sou exemplo para ninguém porque de facto eu estudo imenso e a maior parte das vezes as notas não correspondem às horas de estudo e de esforço). Eu estudo todos os dias. Porque se não estudar começo a acumular a matéria toda e depois é pior. Um dia normal em que só tenho aulas de manhã e consigo estudar de tarde entre 4 a 6 horas. Mas isto é na universidade. No secundário estudava entre 2 a 3 horas. 

   Todos sabemos que há pessoas que deixam completamente de sair, de se divertirem e de falarem com outras pessoas apenas para passarem imenso tempo em casa a estudar. És da opinião que para se obter bons resultados é preciso dedicarmos quase todo o nosso tempo ao estudo?
Eu sou da opinião que para tirar boas notas é preciso fazer exercício fisico e sair com os amigos. Claro que não é sair todas as noites. Por exemplo, eu estudo muito mas tenho vida social. Saio com os amigos, estou no blog, faço exercicio fisico, etc. Acho que há tempo para tudo desde que estejamos a 100% no sitio onde estamos. Se estamos a estudar temos que estar com o nosso cerebro a 100% nos estudos. Se é para divertir temos também que estar a 100% na diversão. Só assim é que conseguimos tirar boas notas. Porque podemos estar a estudar 2 horas muito concentrados e depois vamos 1 hora sair com os amigos e chegamos a casa ainda com cabeça para estudar porque estivemos aquela hora a não pensar nos estudos. Percebem? É assim que eu penso. 

     Como organizas o teu tempo de estudo?
Normalmente quando tenho teste ou quando há matéria que não percebo pego logo nessas. Assim sei que tenho mais tempo para tentar perceber o que ainda não sei. Normalmente eu faço assim: uma hora para a disciplina X e depois paro 10 minutos. Depois outra hora para a disciplina Y e volto a parar. Sempre assim.  

      Sabe-se, que apenas o estudo feito em casa, não é o suficiente. O que fazes nas aulas para te facilitar o trabalho em casa?
Se estivemos atentos nas aulas é meio caminho andado. Porque quando chegarmos a casa temos que estudar muito menos. Normalmente eu fico atenta e aponto tudo o que acho mais importante. Mas claro que há dias em que tenho preguiça e não me apetece apontar nada ou nem quero ouvir o professor. Quando isso acontece peço sempre os apontamentos. Tudo o que eles apontam no quadro tenho que apontar no meu caderno e tento fazer todos os exercícios na aula porque sei que lá tenho a ajuda do professor e em casa não. 

Concordas que a organização tanto do tempo, como dos materiais é um factor muito importante no rendimento de um aluno?
Eu acho que sim. Se tivermos um caderno organizado sabemos onde está uma certa matéria. Não precisamos de andar à procura e gastar tempo. 

   Nos tempos que correm, há quem diga que não nos serve de nada prosseguir o ensino superior pois provavelmente não vamos arranjar emprego na nossa àrea. Achas que mesmo assim os estudos são algo mesmo importante e que independentemente disso, devemos esforçar-nos ao máximo para obtermos bons resultados?
Como diz a minha mãe “com estudos as pessoas não têm emprego muito menos as pessoas sem estudos”. Eu acho que é importante tirar um curso superior. Mas esta altura e da maneira como o país anda ter ou não ter curso superior em relação ao emprego é muito relativo. Há pessoas que não têm estudos e estão desempregas assim como outras que sairam do ensino superior e também estão desempregadas. Só acho que não devemos de desistir.Tem que haver emprego. Pode não ser o emprego dos nossos sonhos mas temos que trabalhar para nos sustentar. E sou da opinião que devemos estudar tirar cursos e aumentar o currículo. Agora podes estar a fazer um curso de culinária, um de representação e um da universidade de gestão e pensares “O que tem isto tudo haver? Nada!”. Mas na realidade é que em situação de desemprego podemos ter várias opções com um currículo assim. 

       Achas que é importante alguém que nos oriente na altura de escolhermos um curso?
Acho fundamental. Não só ajuda da psicologa da escola com aqueles testes psicotecnicos como também apoio dos pais. É muito importante isso tudo. Acho que os pais devem de levar os filhos a feiras de cursos ou fazer com que os filhos frequentem workshops para saber as suas aptidões.
Desta forma os filhos irá ter uma ideia o que vão querer para o futuro. 

     Deixa uma mensagem a todos os estudantes.
“Estudem. Desejem ser cultos. E sigam os vossos sonhos.” 

    O que achas do Welcome to Paradise? Gostaste de participar neste projecto?
Primeiro quero agradecer à autora deste blog por esta entrevista. Adorei responder a todas estas perguntas porque realmente é um assunto que tem muito haver comigo. Muito obrigada Paula.  Acho que este blog é diferente porque a autora escreve sobre assuntos muito variados (ver aquela lista que está por baixo do título) e também pela forma como é escrito. Pela fotografia consigo perceber que ela é muito mais nova do que eu mas quando leio este blog parece que é uma escrita de “gente grande”. E isso é bom. 


With love,


Share:

13 comentários

  1. Adorei a entrevista da Amante Japonesa. Numa coisa somos iguais: preciso que as pessoas me façam perguntas ou que me oiçam a dizer a matéria. :)

    ResponderEliminar
  2. Que querida. Gostei muito da entrevista :D

    http://free-colors.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Gostei imenso, esta tua ideia foi muito boa e o post foi bastante útil (:
    Felizmente identifico-me muito com as respostas!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Ela estuda tantooo :o Quem me dera ser tão aplicada :)
    www.lovable-maria.com

    ResponderEliminar
  5. Como eu gostava de ser tão aplicada ahah
    catarinarife.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. As tuas perguntas foram muito pertinentes.
    Adorei o teu blog e sou a seguidora 300º :)

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto de ler a Amante e ela é realmente uma pessoa diferente de muitas pessoas que estudam :)
    Eu sou um pouco parecida com ela em algumas coisas e às vezes identifico-me com ela mas existe outra blogger com a qual eu me identifico melhor :)

    ResponderEliminar
  8. Eu tambem adorei a tua entrevista. Obrigada (:

    ResponderEliminar
  9. Que fantástica entrevista *.*
    quem me dera ser assim, muaaah!

    ResponderEliminar

© WELCOME TO PARADISE | All rights reserved.
Blog Design Handcrafted by pipdig